A Associada BPW-RJ e coordenadora da Comissão de Novas Associadas Glorita Cajaty fala sobre “Mas e você? Quem é que cuida das suas necessidades?”

Quando delegamos aos outros, seja a quem for, a capacidade de nos satisfazer, ficamos reféns de que a vontade alheia coincida a com a nossa.

Na teoria, ter alguém que supra nossas necessidades é maravilhoso, mas na prática, isso é impossível. E nesse caso, acabamos pagando um preço muito alto por isso.

Sendo assim, afirmo que quem aprende a descobrir o que quer, torna-se capaz de agir concretamente na direção da sua própria autorrealização, e dessa forma, conquista a condição de ser feliz em qualquer tempo ou circunstância, mesmo que precise contrariar a vontade dos seus pseudo-aliados.

Os indivíduos que não buscam a sua satisfação com autonomia, certamente são inseguros, pois a sua capacidade de autorrealização fica restrita à capacidade de terceiros (incapazes). Isso gera uma grande sensação de vazio.

Então, não dê a ninguém o direito de lhe fazer feliz, descubra a arte de se amar e cuidar das suas próprias necessidades.

Para mais informações veja: http://gloritacajaty.com.br/coaching-e-voce/#sthash.2g2Js9OF.dpuf

(Fonte e imagens: http://www.gloritacajaty.com.br )

Related articles

Voltar ao início da página